Conheça Janicelma Fernandes

Candidata a Vice-prefeita de São Luís, pela REDE Sustentabilidade

Janilcema Fernandes é candidato à Vice-prefeito de São Luís pela REDE Sustentabilidade.

Janicelma Fernandes nasceu em uma cidade do interior do Maranhão chamada Presidente Dutra. Ela veio para a capital aos 15 anos, após conseguir aprovação no seletivo para cursar o Ensino Médio em uma escola técnica (atualmente IFMA). Estudou e conseguiu ser aprovada na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Seria impossível não considerar essa etapa como um momento de grandes aprendizagens, que marcaria toda sua história.


É muito comum nas famílias nordestinas os pais dizerem que a maior riqueza que deixarão para os filhos são os estudos. Fez o curso de pedagogia na Federal e logo após formada passou a buscar a aprovação em um concurso público. Venceu mais esse desafio. Em 2006, teve êxito no concurso da prefeitura de São Luís.
Seus dias de trabalho eram dedicados ao atendimento aos seus alunos. Isso alimentava nela uma vontade grande de que precisava fazer mais sua cidade. Então, Janicelma foi convidada para implantar o primeiro Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil de São Luís (CAPS).
No CAPS, começou a perceber que as soluções mais efetivas estavam para além das paredes. “Eu senti m quando fui para o CAPS que não estava tendo o resultado esperado por tudo que eu queria fazer pelas crianças, uma vez que poucas eram atendidas”, lamentou Janicelma.
Então, a pedagoga pediu para sair da direção do CAPS e foi se candidatar à presidência do Conselho da Criança de São Luís (CMDCA), sendo eleita pela maioria dos conselheiros. Como Presidente do CMDCA, Janicelma viu que havia dado mais um passo nessa caminhada na garantia dos direitos das crianças.
“Começamos uma série de ações pelas secretarias e pela cidade. Buscamos fortalecer as instituições de sociedade civil, captar recursos para o fundo da infância, ampliar recursos para firmar parcerias públicos/privado, garantir orçamento criança e campanhas que sensibilizou a sociedade para o tema da infância e necessidade de envolvimento do poder público e da sociedade”, lembrou. No ano passado, Janicelma recebeu o título de Cidadã Ludovicense em reconhecimento a este trabalho.
A candidata prega que a construção de creches é primordial para as mães deixarem seus filhos, preenchendo suas ‘brechas de desenvolvimento’ e contribuindo com a aprendizagem, além de fortalecer a saúde mental das famílias. Também propõe a melhoria do saneamento dos bairros para garantir espaços de lazer, as ruas dos bairros da cidade estão com esgotos abertos e buracos pelas ruas das áreas mais empobrecidas. Isso agrava a saúde da população, em especial das crianças.

Com baixa rejeição e alta intenção de votos, Braide caminha para vencer em primeiro turno

Se as eleições fossem hoje e o resultado fosse o comprovado pela última pesquisa do Ibope, o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) seria eleito prefeito de São Luís no primeiro turno.

Pontuando na casa dos 40% em todos os levantamentos, e com uma rejeição baixíssima na capital, o candidato do Podemos caminha para uma eleição tranquila em São Luís.

Principalmente pelo fato de o tempo estar passando e ele se manter onde está desde as últimas eleições.

Se continuar desse jeito, Braide vai desbancar facilmente todos os seus adversários. E sem fazer muito esforço, já que faz pré-campanha e campanha de forma tímida.

 

MARRAPA

Paula da Pindoba bota o batalhão na rua

 

A prefeita de Paço do Lumiar Paula da Pindoba caminha segue cada vez mais favorita e caminha para a reeleição no pleito deste ano. Com forte apoio de nomes como o governador Flávio Dino, ela está crescendo nas pesquisas e nas ruas.

Agricultora e legítima representante do povo, Paula da Pindoba tem o carinho da população de Paço do Lumiar, pela sua história de vida e, também, pela gestão que está fazendo na cidade depois que assumiu a Prefeitura no lugar de Domingos Dutra.

Articulada politicamente, Paula vem recebendo reiterados apoios, o principal deles de Flávio Dino. Deputados federais como Márcio Jerry e Zé Carlos, e secretários de Estado como Clayton Noleto, Jefferson Portela e Rodrigo Lago, e até o senador Roberto Rocha fazem parte da aliança em torno do nome da atual prefeita, que deve desbancar, com facilidade, Fred do Posto, seu principal concorrente.

Com o batalhão na rua e em franca ascensão, Paula da Pindoba caminha para ser reeleita prefeita de Paço do Lumiar.

 

MARRAPÁ

Famem e Sebrae irão orientar candidatos a incluir empreendedorismo nos planos de governo.

A Famem em parceria com o Sebrae vai disponibilizar a todos os participantes do pleito municipal deste ano o Guia do Candidato Empreendedor, um trabalho sobre oportunidade de crescimento e desenvolvimento ancorado nos pequenos negócios locais. O assunto foi tema de conversa do diretor Superintendente do Sebrae, Albertino Leal, com o secretário geral da Federação, Marcelo Freitas, nesta terça-feira, 22, durante encontro na sede do órgão municipalista do estado.

O material, elaborado pelo Sebrae Nacional e a Confederação Nacional de Municípios, CNM, estará disponível em duas versões: uma sintetizando com dez dicas e uma versão mais detalhada.

“A Famem é uma instituição relevante na relação com as prefeituras. Neste momento estamos divulgando esta cartilha que fala sobre aquele candidato que quer ter na sua pauta o empreendedorismo. Isso faz com que as cidades cresçam, desenvolvendo a comunidade permitindo melhor qualidade às pessoas”, disse Albertino Leal.

Segundo o diretor superintendente do Sebrae, a intenção é democratizar para o máximo de candidatos o conteúdo do material para que o empreendedorismo seja incluído na pauta dos pleiteantes a prefeito ou vereador. Albertino Leal enxerga como fundamental a visão do empreendedorismo para a geração de emprego e renda nos municípios.

A ideia é fazer com que os candidatos apresentem um programa de governo que reflita esta visão, para que a gestão pública deixe de ser refém das urgências e passe a ser protagonista do avanço. As ações se relacionam a setores fundamentais das gestões como saúde, educação, infraestrutura e segurança, entre outras, voltadas para o desenvolvimento dos municípios.

As dez dicas da cartilha reduzida estão relacionadas a propostas que gerem emprego, mobilize lideranças, desburocratize e simplifique procedimentos, apoie o empreendedor, promova a compra local, inclua o empreendedorismo entre as disciplinas escolares, qualifique quem mais precisa, fortaleça a identidade do municípios, incentiva a cooperação e promova inovação e sustentabilidade.

“Vamos informar aos gestores filiados à Famem e também aos candidatos a gestores sobre a importâncias desse material para elaboração de uma proposta de governo com ênfase no desenvolvimento”, disse Marcelo Freitas.

Participaram da reunião na sede da Federação a diretora do departamento de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural da Famem, Rita de Cássia Neiva, e a gerente de políticas públicas e desenvolvimento territorial do Sebrae, Cristiane Corrêa, e a gerente de marketing e Comunicação do Sebrae, Raquel Araújo.

 

FAMEM

As chances de Neto Evangelista

Em franca ascensão comprovada pelas pesquisas na disputa pela Prefeitura de São Luís, o deputado estadual Neto Evangelista (DEM) é que vem se movimentando melhor no período pós-convenções.

Com o apoio de vereadores de peso ao seu lado, o candidato da coligação DEM/PDT/PTB/PSL/MDB deve crescer ainda mais depois de iniciadas as propagandas eleitorais no rádio e na TV.

Com o maior tempo entre todos os candidatos, Neto deve explorar os projetos de lei aprovados na Assembleia Legislativas durante seus três mandatos, além da exitosa experiência no Executivo, quando foi secretário de Desenvolvimento Social na gestão Flávio Dino.

Com tempo de propaganda, ações e apoio partidário, o candidato do DEM é um dos que tem mais chances de garantir uma vaga no segundo turno das eleições na capital.

 

marrapá

 

Dr. Julinho em busca de mais avanços para educação de Ribamar

O médico e pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho (PL), reuniu-se, na manhã desta terça-feira (28), com o reitor do Instituto Federal do Maranhão – IFMA, Roberto Brandão.

O encontro contou com a participação do presidente do Avante ribamarense Júnior Lago e do líder da bancada federal, deputado Marreca Filho (Patriota).

Durante o encontro, foi discutido a situação do ensino técnico e superior no município de São José de Ribamar, a estrutura do campus do IFMA, localizado na estrada de Ribamar, além da viabilização de melhorias para a unidade.

Dr. Julinho pediu ao reitor, para analisar a possibilidade de ampliar a oferta de cursos para os ribamarenses, tanto a nível técnico, quanto a oferta de mais cursos de graduação.

“Hoje, os ribamarenses tem como opções para nível técnico, os cursos de Administração, Eletroeletrônica, Informática para internet, Programação de jogos digitais e redes de computadores, e na graduação, apenas uma única opção que é o curso de tecnólogo em Processos Gerenciais. Tenho certeza que com a união e esforços de todos, inclusive do nosso amigo e deputado federal Marreca Filho, poderemos ampliar as opções de ofertas de cursos para os ribamarenses.” Destacou Dr. Julinho.

Júnior Lago aproveitou a oportunidade para relatar as demandas que tem ouvido de pais de alunos e de alunos do IFMA, em relação a estrutura do campus ribamarense.

“O campus é novo e ainda falta muita coisa para ser feito. Pelo relato dos alunos, falta refeitório, quadra coberta, e também há a opção e espaço para construção de uma piscina olímpica. Passei todas essas demandas para o líder da bancada maranhense na Câmara Federal, e tenho certeza que juntos, conseguiremos avançar para garantir mais educação aos ribamarenses.” Destacou Júnior Lago.

O reitor Roberto Brandão recebeu com alegria a intenção de colaboração coletiva e garantiu que irá colocar em estudo a viabilidade para oferta de novos cursos.

Arame: Chegando a mil infectados por coronavírus no município, prefeita descumpre o próprio decreto e põe indígenas em risco

Na tentativa de conter a popularidade da oposição no município de Arame, a prefeita Jully Menezes editou no último dia 20, um decreto inconstitucional proibindo qualquer tipo de reunião no território municipal, tentando assim, evitar reuniões com declaração de apoio aos seus adversários políticos.

(Clique aqui para baixar o decreto que nem a prefeita cumpre)

De acordo com a prefeita, quem descumprir o decreto terá que pagar multa de até R$ 500 reais e ainda poderá ser preso.

No entanto, apesar de estar valendo desde o dia 20, quando foi publicado no Diário Oficial, na última quarta-feira (22), apenas dois dias depois de iniciar a validade do decreto, a própria prefeita, seu esposo Diogo e o ex-prefeito Dr. João, que recentemente, segundo informações locais, foram contaminados por Covid-19, fizeram um ato político na Aldeia Zutiwa, colocando, colocando em risco dezenas de indígenas.

No dia do evento, o município registrava quase mil casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 18 mortes. Desses números, 415 estão com a doença ativa, sendo 06 hospitalizados e 409 em isolamento domiciliar.

No entanto, contrariando suas próprias determinações, a prefeita participou da reunião, aglomerou dezenas de pessoas e colocou muita gente em risco uma vez que a maioria não usava máscara.

Se a prefeita não cumpre suas próprias ordens, quem vai cumprir?

MPMA pede desocupação de área no Residencial Teotônio Vilela em Imperatriz

A desocupação de uma área pública no Residencial Teotônio Vilela, em Imperatriz, está sendo requerida pelo Ministério Público do Maranhão em Ação Civil Pública (ACP) com pedido de tutela de urgência, ajuizada na terça-feira, 21.

A ação foi proposta pelo titular da Promotoria de Justiça Especializada na Defesa de Meio Ambiente e Conflitos Agrários, Jadilson Cirqueira de Sousa. Além do Município de Imperatriz, também foram acionados os ocupantes da área de 7.878,36 m², destinada para construção de escola, posto de saúde, feira livre e outros espaços de uso público.

Segundo representação dos moradores do residencial, a série de ocupações teve início em 28 de junho. Ao tomar conhecimento dos fatos, o Ministério Público requisitou ao Município de Imperatriz, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano (Seplu), vistoria no local para averiguar as condições, proporções e consequências da ocupação, bem como a adoção de providências para impedir que a situação ocorresse novamente. Um relatório operacional foi apresentado pela Seplu, mas nenhuma medida efetiva foi tomada.

Na vistoria da Promotoria, também foi observado que os atos ilícitos não se limitam às ocupações generalizadas, havendo também um quadro de total clandestinidade no consumo de água e energia elétrica. “As invasões podem ser atribuídas à inexistência de ocupação legal pelo Poder Público municipal das áreas que lhes foram destinadas por lei”, afirmou Jadilson Cirqueira.

Ainda conforme o promotor de justiça, a inércia e descaso com a ocupação de áreas públicas reservadas para a implantação de equipamentos públicos de educação, cultura, saúde, lazer e similares “traduz abuso de poder por omissão, desvio de finalidade e afronta o princípio constitucional da legalidade que rege toda a administração pública”.

PEDIDOS

O Ministério Público requer, em caráter liminar, que a Justiça ordene a desocupação das áreas públicas do Conjunto Residencial Teotônio Vilella, sob pena de multa individual e diária de R$ 5 mil para cada invasor identificado.

Para o cumprimento da decisão liminar, o MPMA pede que seja requisitada a Polícia Militar do Maranhão (14º Batalhão PM), o apoio logístico do Município de Imperatriz por meio de suas secretarias e Defesa Civil, bem como a intervenção das concessionárias de serviço público (Caema e Equatorial Energia/Cemar) para que interrompam as ligações clandestinas de água e energia elétrica.

Também liminarmente, foi requerida a obrigação de fazer ao Município de Imperatriz para que, tão logo haja a desocupação das áreas públicas, cerque os espaços desocupados e mantenha a vigilância necessária e permanente a evitar novas invasões, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

Proposta de retorno das aulas em São Luís é apresentada ao Ministério Público

O plano para retorno das aulas na rede pública de ensino de São Luís foi apresentado aos promotores de justiça de Defesa da Educação, Paulo Avelar e Luciane Belo, pelo secretário municipal da pasta, Moacir Feitosa, na manhã desta quinta-feira, 23, na sede da Escola Superior do MPMA, no Centro da capital. O objetivo foi relatar as diretrizes sanitárias e de segurança para a reabertura gradual e colher sugestões do MPMA.

O documento preliminar detalha as diretrizes de retorno e reorganização do ano letivo para os 81.386 alunos matriculados na educação infantil, ensino fundamental e educação de jovens e adultos. A proposta é que a reabertura seja iniciada pelas aulas do 8 e 9º anos do ensino fundamental a partir de setembro, caso a situação da pandemia esteja sob controle.

Moacir Feitosa esclareceu, ainda, que apesar de a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) traçar as diretrizes de reabertura para toda a rede municipal, a situação de cada escola será avaliada de forma particular. “Estamos acompanhando os indicadores sanitários e o retorno, mesmo gradual, será feito apenas quando o cenário for considerado seguro”.

Ficou acertado que a equipe técnica do Ministério Público vai avaliar o documento e fazer as contribuições para aperfeiçoar as diretrizes e garantir um retorno seguro para alunos e professores. “É preciso cautela e planejamento para que seja uma reabertura segura, sem colocar em risco a comunidade escolar. Todas as vidas são importantes”, pontuou Paulo Avelar.

Já a promotora de justiça Luciane Belo questionou o cumprimento da carga-horária, os equipamentos de proteção individual para os professores e demais profissionais da rede e as estratégias para evitar a evasão escolar. “Nosso objetivo maior é contribuir para que não haja retrocesso da atividade escolar”.

Os promotores de justiça de Defesa da Educação cobraram a inclusão de critérios para o transporte escolar e equipamentos de proteção individual adicionais para os professores e cuidadores da educação especial.

Após as indicações do Ministério Público e também de outras entidades da área educacional, o Município de São Luís deve apresentar o plano consolidado com as sugestões e indicações até 15 de agosto. Os promotores de justiça de Defesa da Educação cobraram a inclusão de critérios para o transporte escolar e equipamentos de proteção individual não previstos para os professores e cuidadores da educação especial.

Também participaram da reunião representantes das Superintendências de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial da Semed.

Eleições 2020: Beto das Vilas grava vídeo oficial de pré-campanha

O presidente da Câmara de São José de Ribamar, vereador Beto das Vilas (Republicanos), lançou neste domingo (19), o vídeo oficial de sua pré-campanha para prefeito do município. Gravado no Laranjal, bairro onde o pré-candidato cresceu, Beto recebeu o apelido carinhoso de “das Vilas”, pelo seu jeito popular e por estar sempre presente nos bairros mais pobres.

Casado há 32 anos, Beto tem duas filhas, 16 anos de vida pública e é considerado o político com mais mandatos consecutivos como presidente de Câmara, além de ter sido o vereador mais bem votado das últimas eleições. “Fruto da confiança e reconhecimento do povo” diz o pré-candidato.

Político presente e com perfil popular, Beto é facilmente confundido com o cidadão comum, por vivenciar o cotidiano do município. “Ando em todas as ruas de São José de Ribamar, sei o que o povo precisa. Por isso, sinto-me preparado para esse grande desafio. Diz Beto.

O pré-candidato conclui o vídeo convidando a população para ajudá-lo a escrever uma nova história no município. “Vamos colocar no papel as nossas ideias, construir juntos o nosso plano de Governo.”

Confira o vídeo.